Depois de competir na Fórmula 1 com a Copersucar e também na F2 pelo time de Ron Dennis, Ingo Hoffmann voltou ao Brasil. Então com 26 anos, foi correr na recém criada Stock Car, ainda com os Opalas de faróis redondos. No fim do grid e sem experiência, o piloto brasileiro quase desistiu de tudo.

Nesta live no Instagram @formulagrun, Ingo conta como os resultados ruins serviram de motivação para seguir em frente após encerrar o vínculo com os irmãos Fittipaldi na F1, tornando-se o maior nome do automobilismo nacional, 12 vezes campeão da Stock Car.

0:00​ – Abertura

0:13​ – Frustração depois da Fórmula 1

1:47 – Chegada à Stock Car com Opala

2:47 – Estreia e constrangimento em Guaporé

3:40 – Resiliência e superação no chão de terra

5:46 – O aprendizado e o começo do sucesso

6:19 – Assista a outros conteúdos do Fórmula Grün!

Assista aos outros episódios dos #HighLives​ com Ingo Hoffmann:

Episódio 1 – Dos Fuscas à Fórmula 1 em quatro anos

Episódio 2 – Imprensa não entendeu resultados da Copersucar

Episódio 3 – Dívidas com Ron Dennis e fim do sonho da F1

—————–

Alexander Grünwald veste:

RACING DRIVER – https://www.racingdriverbrasil.com.br

TS SPORTS – https://www.tssports.com.br/

 

O Fórmula Grün também está aqui:

Twitter: http://bit.ly/FGrunTwitter

Instagram: http://bit.ly/FGrunInstagram

Facebook: http://bit.ly/FGrunFacebook

A foto que ilustra o cenário é de Keith Sutton / Sutton Images.

Artigo anteriorGiro Mundo Afora | Os pilotos brasileiros nas 24h de Daytona 2021
Próximo artigoGiro Mundo Afora | Deu Brasil em Daytona! Vitória de Castroneves nas 24h

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui