Tuka Rocha já pulou de um Stock Car em chamas e foi desclassificado de uma corrida de kart após uma briga com outro piloto no meio da pista. Mas a carreira dele vai muito além destas imagens.

O piloto que venceu uma corrida pela equipe Minardi e que defendeu as cores do Flamengo, do Barcelona e do Brasil no automobilismo internacional é o convidado desta edição do quadro Autobiografia, no qual competidores de sucesso contam sua história através dos carros que pilotaram.

Nesta entrevista ao canal Fórmula Grün, Tuka revela a depressão que sofreu após a pancadaria nas 500 Milhas de Kart de 2017 – vinte anos depois de ter eternizado seu nome como o primeiro vencedor da prova na Granja Viana, ao lado de Felipe Massa, quando ainda era um adolescente que sonhava com a Fórmula 1.

Atualmente à frente da Escolinha de Kart do Senninha, licenciada pelo Instituto Ayrton Senna, Tuka Rocha fala sobre sua relação com as crianças que querem começar a correr de kart e relembra a pressão que sofreu ao competir na Fórmula Superliga com o carro do Flamengo, mesmo conquistando um pódio na estreia do campeonato. Chega mais!

Alexander Grünwald veste:
RACING DRIVER
TS SPORTS 

O Fórmula Grün também está aqui:
Twitter
Instagram
Facebook

Artigo anteriorPor Aí #03 | McLaren 1991 x 2018, comparando os carros de F1 de Senna e Alonso
Próximo artigoMundo Afora #02 | Eric Granado e o desafio elétrico da MotoE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui