Para a história

Correndo em sua terra natal, guiando o pior carro do grid, largando em último depois de tomar um segundo do companheiro de equipe no qualify. Definitivamente, Markus Winkelhock não tinha nada a perder em sua estréia na Fórmula 1. Viu o céu carregado na volta de apresentação, confiou na previsão do tempo e largou dos boxes com pneus de chuva.

Markus Winkelhock lidera o GP da Europa de F-1 2007, às frente de MAssa e Alonso / Foto: Motorsport.com - Crédito: xpb.cc

O resultado? Uma ultrapassagem sobre Raikkonen na primeira volta e a liderança da corrida. A paralisação da prova e a entrada do safety car ajudaram a prolongar a curtição de Markus até a sétima volta. Depois, com a relargada, o estreante foi jantado na primeira curva por Massa, Alonso e, na seqüência, por vários outros competidores. Oito voltas depois, encostou com uma pane no carro, abandonando a prova.

Mas isso já era um detalhe. Porque, de fato, ele nunca vai esquecer deste dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *