Passou por cima

Há uma semana, no Grande Prêmio da França, Jenson Button marcou o único ponto da equipe Honda nesta temporada até momento. E o inglês não estava exatamente 100% fisicamente.

Hoje a coisa piorou um pouco. Com dores nas costas, ele participou da primeira sessão de treinos livres para o GP da Inglaterra, mas pediu para ficar de fora da segunda.

Quando consultar um médico, Button pode mandar a conta para Ralf Schumacher. As dores são conseqüência, ainda, daquele acidente na largada do GP dos Estados Unidos. Cortesia do estabanado piloto da Toyota.

Ralf Schumacher acerta Jenson Button no GP dos Estados Unidos de F-1 2007 / Foto: GLOBOESPORTE.COM - Crédito: Agências Internacionais

Francamente, já passou da hora do “irmãozinho” pendurar o capacete.

Participe da discussão

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *