Sem fórmula e, por pouco, sem futuro

Domingo, dia 3 de junho, começa a temporada 2012 do Racing Festival. Mas o evento que acontece neste fim de semana em Londrina, no Paraná, será realizado sem a Fórmula Futuro, categoria criada para formar novos valores para o automobilismo brasileiro. Sem condições de manter o campeonato devido aos altos custos e o baixo número de interessados, os organizadores tiraram o time de campo – ou melhor, da pista.

A foto acima mostra quatro meninos que venceram corridas e disputaram o título na temporada de 2011, a segunda e última da história da F-Futuro. Dois destes meninos – Guilherme Silva e Victor Franzoni – estão na Europa, buscando espaço na F-Renault Alps, uma categoria de entrada entre as divisões de base rumo à F-1. Os outros dois – John Louis e Luir Miranda – fariam mais um ano na categoria de monopostos apadrinhada por Felipe Massa, mas foram obrigados a mudar seus planos em cima da hora. Dois dos prováveis favoritos ao título de um campeonato que não será disputado. O que eles estão fazendo para dar prosseguimento às suas carreiras?

O GLOBOESPORTE.COM, na pessoa deste blogueiro que vos escreve, foi atrás destes garotos, para saber o que eles estão fazendo da vida. A história completa está nesta matéria aqui, que mostra que um deles continua envolvido com o evento. Vale lembrar que o Racing Festival segue com o Trofeo Linea, agora rebatizado de Copa Fiat, e terá a estreia da R1 GP1000, categoria de motos Yamaha que substitui os dois campeonatos monomarca com motocicletas Honda que compunham o evento até o ano passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *