Paranóias urbanas: aparar o cabelo

Após muitos anos de pesquisas (das quais fui compulsoriamente uma das cobaias), cheguei à conclusão que os barbeiros, cabeleireiros e afins têm um sério problema de ordem lingüística, que torna absolutamente incompreensíveis para eles determinadas palavras da língua portuguesa. A principal delas é o verbo “aparar”. Do português da barbearia de subúrbio ao afetado hair […]

Paranóias urbanas: placa de piso escorregadio

À distância, elas parecem inofensivas. Pequenas, mal ultrapassam a altura do joelho, feitas de plástico e aparentemente leves. Mas, à medida que você se aproxima, aqueles objetos se tornam algo ameaçador. São os tais cavaletes amarelos usados pelos faxineiros durante ou após uma limpeza no chão, que carregam os singelos dizeres: “cuidado – piso escorregadio”. […]

Trem azul

A moça, sempre sorridente, trabalhava numa sala fechada. Ao contrário dos demais estagiários daquela rádio, responsáveis pelas promoções de rua, ela não passava da porta. Enquanto os outros percorriam a cidade com o carro de promoção, a moça controlava a sala de brindes. Sentada de frente para um pôster do Flávio Venturini, recebia atenciosamente os […]

A roda viva da velocidade

Nesta semana caiu em minhas mãos, meio sem querer, um DVD contendo os melhores momentos da carreira de um determinado piloto brasileiro, com uma compilação de provas e matérias da época em que o sujeito tentou a sorte no automobilismo europeu. Um primeiro olhar torna a coisa até engraçada, diante dos nomes envolvidos nas disputas […]

Ainda sobre Jacarepaguá

Os acontecimentos envolvendo o Autódromo Nelson Piquet já repercutiram na blogosfera. Vale dar uma conferida, em especial, nos belos e diretos textos de Flavio Gomes e Fábio Seixas sobre o assunto, além de dar uma olhada na boa lembrança de Felipe Maciel e na declaração emocionada de Aline Rodrigues (clique nos links para ler). Jacarepaguá […]

Jacarepaguá – o fim e os meios

Agora parece que não tem mais volta. O Autódromo de Jacarepaguá (que nos últimos anos criou pernas e andou para a Barra da Tijuca) teve nesta semana o seu fim decretado por autoridades esportivas brasileiras. Nenhuma delas, no entanto, ligada ao esporte a motor. Algo que soa estranho, para dizer o mínimo. O complexo, fundado […]

Feliz aniversário, feliz ano novo!

Opa! O Natal já passou, o Reveillon idem, mas hoje também é dia de festa! Este primeiro post de 2008 é pra informar que o Fórmula Grün está completando dois anos hoje, dia 3 de janeiro. Depois do merecido descanso (nossa, como faz calor no Rio…), aos poucos vamos retornando à programação normal. Este é um ano […]